17.9.12

Apanhar


Foi na presença do novo
Que percebi estar velho

Somente à frente do meu oposto
É que me contrative

Contrai
Enquanto alguns expandiam

Contrai
Enquanto outros expeliram

Deparar-me com o contrário
Leva-me próximo do agonizar
Mas soa-me preciso antagonizar

A depreciação espera-te; Confiante.
Mas não sentir-se semelhante
Por vezes

Pode trazer alívio

6 comentários:

  1. Parece um mistério, é quase uma interrogação, mas é uma bela contradição.

    ResponderExcluir
  2. Apanhar muitas vezes é melhor que bater...

    ResponderExcluir
  3. "Mas não sentir-se semelhante
    Por vezes
    Pode trazer alívio"

    As pessoas são estranhas quando você é um estranho, já dizia o Morrison. Sensacional

    ResponderExcluir
  4. O contraste coloca em relevo o sentido. Muito bom! Bjs

    ResponderExcluir
  5. concordo com a palavra navalha do comentário...
    navalha que afias em ti mesmo
    essencial!!
    as semelhanças são contempladas em pensamentos massificados
    em comportamentos bem educados e contidos
    buscamos semelhantes que possibilitam, em diálogos, a discordância ou a possível percepção sobre outra possibilidade

    ResponderExcluir

O que vier de sua cabeça será bem-vindo....