30.7.12

Qual a palavra?

Se souber, estará livre.

Todas escondem algo

Todos se escondem
Exceto eu e meu macaco; Meu interno confidente.
Despejo-lhe minhas amadas - Que querem ser amantes, mas não sabem dançar
Aborto todos os sacrifícios que, se somados, tornam-se a maioria
Incluo minhas desistências e excessos

Se é que excedi...
Sexy Sadie...

Faz-me esquecer que nasci
Quando está presente transforma o agora em desconhecido
Cria um novo tempo verbal

Surpreende-me:
Apesar d’ eu já conseguir prever seus próximos movimentos
Você consegue! Apenas você... ainda... consegue?

E o fim que nos preservou de um possível desgaste
Não induz ao resgate do que poderíamos ter sido
Sim! Um encerramento saudoso. Sem lástimas

Mãos feitas... laçadas... lindas unhas sem vaidades coloridas

Corpos nus a descansar juntos.
Deitados

Feito dois enfermos a espera de uma doença que justifique a deliciosa indisposição que nos tomara

Mas não me sinto completamente seguro
Quero perder o medo de lhe repetir

Embora as vezes eu ainda o sinta
Apesar de eu ainda evitar levantar descalço da cama

Os pés gelados sem tua repreensão, que falta me fazem?
Nenhuma! Já preencheram – e sem lacunas! - os momentos findados
E minhas atuais memórias são maiores que todos os passados

Lembranças. Recordo ações:
Apenas o conforto,
sua despretensiosa respiração no meu pescoço
e o teto mal iluminado.

Apenas Nós


e o mundo que nos esperava do lado de fora.


7 comentários:

  1. Esperava????? ainda espera!!!!! não desista tão fácil....renasça todos os dias como o sol e viva e deixe sua estrela brilhar. Grande abraço da Meg

    ResponderExcluir
  2. Esse é de fazer chorar, belo, belíssimo!

    ResponderExcluir
  3. CONVITE

    Passei por aqui, para lê o seu blogue.



    Admirável. Harmonioso. Eu também estou montando um. Não tem as Cores e as Nuances do Vosso. Mas, confesso que é uma página, assim, meia que eclética. Hum... bem simples, quase Simplória. E outra vez lhe afirmo. Uma página autentica e independente. Estou lhe convidando a Visitar-me, e se possível Seguirmos juntos por Eles. Certamente estarei lá esperando por você, com o meu chapeuzinho em mãos ou na cabeça.
    Insisto que vá Visitar-me, afinal, o que vale são os elos dos sorrisos.

    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  4. minha nossa, vai ser poeta na casa de onde me adivinho, caramba

    ResponderExcluir
  5. que merda a palavra era Beatles! rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. que merda a palavra era Beatles! rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk. Não se decepcione. rsrs

      Beatles é apenas a máscara do negócio... =D

      Excluir

O que vier de sua cabeça será bem-vindo....