27.6.13

Fermento Vencido

O mundo que vivo
Lugares que piso
Perigos que viso, que evito, que exito


Que existo... para que oras existo?

O mundo pode ser de escolhas, de persistência silenciosa

Podemos fazer escolhas, pois oportunidades não nos faltam
Não nos falta vida para fazê-las.


Talvez não falte...
Nem a coragem para vivê-la; Nem a preguiça para originar desinteresses


Nem o incômodo que nos chacoalhe o suficiente para agir e
Nem o conforto que nos faça, sem ansiedade, aguardar esse incômodo


Talvez não nos falte nada

A não ser a percepção que a vida é esta!
Esta de agora
que o fez ler este texto ao invés de ir ao mercado
que te manteve na internet ao invés de tirar um cochilo.


Mas sem condenações pelas escolhas feitas e já vividas

Apenas a pequena, simples e ordinária percepção de que as próximas escolhas
poderão mudar-nos profundamente.


Tenho acordado com uma vontade de mudar o mundo
E tenho dormido com uma inquietação maior que a do dia anterior

5 comentários:

  1. movidos por combustíveis, o que te queima, faz a roda girar

    ResponderExcluir
  2. Fermento vencido tbm faz crescer.

    ResponderExcluir
  3. Talvez aquela inquietação de ver tantas situações e nem sempre poder fazer algo. Até mesmo alguma em sua vida.

    Inquietação... soa tão familiar para tantos.

    ResponderExcluir

O que vier de sua cabeça será bem-vindo....